fbpx

NÃO PAGUE SUAS DÍVIDAS COM O DINHEIRO DO FGTS

Você não se enganou ao ler o título deste post.
O conselho é realmente este.
Como o governo está prestes a liberar os depósitos de FGTS para seus 
titulares, muitos já pensam em quitar suas dívidas.
O mercado de cobrança, sedento por arrecadar tais valores, já está com 
sua estratégia de marketing preparada para atacar devedores de todas as 
espécies.
A verdade é que o desejo de pagar dívidas com este recurso somente deve 
ser saciada uma vez existente duas premissas que são complementares:
1 – O dinheiro a ser recebido permitirá a quitação de todas as dívidas;
2- O devedor está com sua saúde financeira em ordem e não precisará 
deste recurso para suprir necessidades de sua família.
Caso não haja respeito a estas duas premissas, por certo os resultados 
obtidos com o emprego deste dinheiro para pagamento de dívidas serão o 
seguintes:
1 – Pagar uma entrada e se comprometer com prestações: Uma péssima 
ideia, pois trata-se simplesmente de amortizar os efeitos de um problema 
e procrastina-lo, sendo certo que este, voltará a se fazer presente;
2 – Usar os recursos para pagar dívidas e ficar sem poder ofertar 
conforto e segurança financeira para sua família: Significa trocar um 
problema administrável ( dívida) por outro ( família) de repercussões 
muito mais fortes e destrutivas.
O segredo é não ter pressa.
Analisar todo o contexto, desde o endividamento, até a possibilidade de 
este atingir seu patrimônio, levando em consideração a existência de sua 
atual fonte de recursos e tomar a decisão correta.
Se for preciso, procure um Educador Financeiro.
Existem excelentes profissionais no ramo.
Então, por que não, desde já, começar  a fazer contas?
Quanto mais tempo para decidir, melhor será  a decisão a ser tomada.